Artigos

Prof. Dr. Juarez Antônio de Sousa
Mastologista
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
62 3524-6920 / 62 321-86188
Rua 95, 159, Setor Sul, Goiânia-Goiás – Brasil – 74.083-100


A reconstrução da mama é parte integrante do tratamento do câncer de mama, com impacto positivo na auto-estima e na percepção da imagem corporal da paciente submetida a mastectomia, melhorando a qualidade de vida, sem comprometer a sobrevida. Toda paciente deve ter, portanto, o direito à informação sobre a possibilidade de reconstrução e ser encaminhada ao cirurgião reconstrutor para decidir se é candidata ao procedimento ou não, pesando sempre o desejo da paciente e o risco x benefício do caso.

A reconstrução pode ser parcial, nos casos de lesões pequenas que permitam a ressecção parcial da mama, ou total. O tratamento conservador, como a quadrantectomia, só se justifica do ponto de vista estético se o restante do tecido mamário permitir a montagem de uma mama esteticamente agradável. Em casos de lesões grandes em mamas pequenas às vezes é preferível a reconstrução total à parcial. Técnicas de mamoplastia, rotação de retalhos de vizinhança, como o tóraco-lateral, ou até retalhos miocutâneos podem ser utilizados nos casos de tratamento conservador.


As três técnicas clássicas de reconstrução mamária total são : TRAM flap (Retalho do Músculo Reto Abdominal Transverso), retalho do músculo grande dorsal com implante mamário, e os expansores de tecidos. O retalho TRAM tem a vantagem de ser composto por tecido autólogo, mas nem todas as pacientes são candidatas ao procedimento. A grande evolução dos implantes disponíveis no mercado aumentou as possibilidades do cirurgião reconstrutor. Hoje temos disponíveis implantes de diferentes marcas, modelos, formatos, revestimentos, consistências e volumes, o que possibilita a escolha do melhor implante de acordo com as características da mama contra-lateral.

O objetivo final da reconstrução sempre é a simetria, portanto, após a reconstrução parcial ou total da mama, devemos proceder a simetrização da mama contra-lateral, seja através de mamoplastia, mastopexia ou aumento. Por fim realiza-se então a reconstrução da placa aréolo-papilar, geralmente com retalho local e microodermopigmentação.

Os Mastologistas em Goiânia oferecem rotineiramente a possibilidade de reconstrução mamária imediata às pacientes portadoras de neoplasia da mama, através da integração entre a Mastologia e a Cirurgia Plástica. A partir do diagnóstico, uma análise criteriosa da paciente identifica as possíveis candidatas e em decisão conjunta define-se a melhor conduta para o caso, respeitando sempre o princípio do tratamento oncológico adequado com o menor dano estético possível. Após o término do tratamento oncológico é finalizada a reconstrução com a simetrização necessária. Atualmente é realizada uma média de duas cirurgias com integração Mastologia / Plástica por semana com grande benefício à população atendida. Hoje, podemos afirmar que as pacientes atendidas em Goiânia tem a sua disposição o que há de mais atual no mundo em oncoplástica.

Inscreva-se

Informe aqui seu melhor e-mail.

Contatos

Rua 95, N. 159, Setor Sul
Goiânia - GO - CEP: 74083-100
(62) 3218-6188 - (62) 3524-6920