Notícias

Roupa íntima agora é sinônimo de informação. Foi aprovado em 10 de maio, terça-feira, o projeto de lei que obriga as etiquetas de calcinhas, sutiãs e cuecas a advertir sobre o câncer de colo de útero e mama (no caso das peças femininas) e de próstata (para os homens), explicando a importância dos exames de prevenção. As regras pedem ainda que fique clara a relevância do uso do preservativo na prevenção do câncer de colo de útero.

As empresas que descumprirem tais regras serão punidas, inclusive com a apreensão do produto, suspensão da venda ou fabricação, cancelamento da autorização de funcionamento da empresa e proibição de propagandas. As fabricantes terão até 180 dias para se adequarem.

O projeto, apresentado pelo ex-deputado Barbosa Neto (PMDB-GO), já havia passado pelo Senado, foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e segue agora para sanção presidencial, caso ninguém entre com recurso no prazo de cinco dias.

A doença:

O câncer de colo de útero demora bastante tempo para se desenvolver e, por isso, descobri-lo o quanto antes ajuda o tratamento. O exame preventivo conhecido como papanicolau é muito eficiente para detectar esse que é o tumor mais frequente na população feminina, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Já em relação ao autoexame para detectar câncer de mama, especialistas concordam que ele não é 100% eficaz e depende muito do conhecimento da mulher sobr e o assunto. O ideal é fazer mamografias periódicas com um médico de confiança.

O câncer de próstata pode ser detectado pelo exame clínico ou pela dosagem de uma substância no corpo do homem, seguida de ultrassonografia. Com o avanço da idade, os riscos para desenvolver a doença aumentam, além do fator genético.


FONTE: www.mtv.uol.com.br

Inscreva-se

Informe aqui seu melhor e-mail.

Contatos

Rua 95, N. 159, Setor Sul
Goiânia - GO - CEP: 74083-100
(62) 3218-6188 - (62) 3524-6920