Notícias

Estudo comprovou que mulheres que caminham correm menos chances de ter a doença

A prática de exercícios sempre esteve associada a redução do câncer de mama. Porém um estudo da Universidade de Regensburg, na Alemanha, constatou que dentre as várias mulheres pesquisadas ao longo de 20 anos, as que praticavam caminhada eram as que corriam menos risco de contrair a doenças. A caminhada se mostrou mais eficiente do que a natação e a corrida.

Fazer exercícios se tornou mais eficiente do que fazer restrições alimentícias e de álcool na prevenção do câncer de mama. O estudo chegou a essa conclusão depois de estudar nesses 20 anos 95.396 mil mulheres. Os cientistas acreditam que como andar é uma atividade livre, que não requer uma academia para se exercitar, dependendo da intensidade que a mulher se locomova, esse tempo pode exercer influência na descoberta.

A pratica da atividade física e principalmente da caminhada, reduz o estrógeno no sangue e isso diminui o risco de câncer. Ainda segundo o estudo, o exercício também exerce um efeito benéfico sobre a inflamação crônica.

Por Carolina Abranches

FONTE: www.globo.com/bemestar

Inscreva-se

Informe aqui seu melhor e-mail.

Contatos

Rua 95, N. 159, Setor Sul
Goiânia - GO - CEP: 74083-100
(62) 3218-6188 - (62) 3524-6920